Oups…

Olá!
Agora o Bistrô Pregui tem endereço novo, estamos atendendo aqui.
Obrigada pela visita!

Anúncios

07/11/2009 at 3:22 am Deixe um comentário

Cookies #fail – ou quase…

Encontrei um potinho de cranberries desidratadas naquele lugar chique dos Jardins que tem de tudo e depois de devorar mais da metade in natura, ganhei exatas 67g de mirtillo passa da Naomi Covacs. O jeito foi bolar um jeito de combinar ou pelo menos usar as duas frutinhas em uma receita.

Recebi algumas sugestões pelo twitter e segui a sugestão do Renato Moraes do Sugar Nut e somei cereais à receita dos cookies de limão com chocolate branco do Technocolor Kitchen.

Como estava curiosa, eu dividi a receita e coloquei cranberries + chocolate branco + cereais em uma parte e mirtillos + chocolate branco + cereais na outra.

Olhando os biscoitos lindos da Patrícia Scarpin, eu diria que o resultado final não deu lá muito certo. Misturei uma dose de ousadia (veja bem, o erro foi meu de adicionar ingredientes extras a uma mistura que não leva frutas a receita da Pati deve sair certinha se levada ao pé da letra), forno sem termômetro e distração ao nível máximo – perdi uma fornada porque fiquei esperando o timer apitar e os biscoitos já tinham virado carvãozinho… não custava nada ter dado uma espiadinha dentro do forno né?

De qualquer forma o sabor é ótimo e o curioso foi que a mesma massa ficou com gosto diferente por causa da variação das frutas.
O cranberry ressaltou o limão, deixado o cookie fresco e cítrico. Já o mirtillo, deixou a massa um pouco mais doce e bastante puxado para a baunilha, o que faz o limão quase não aparecer na boca.

Ah, também aproveitei para usar o extrato de baunilha nacional (9 reais por 30ml) que encontrei numa loja de produtos naturais. Apesar de ter uma aparência duvidosa por vir em uma embalagem translúcida e parecer um tanto aquosa, comparei com uma versão de extrato de baunilha americana e com uma essência de baunilha nacional. Farei um post mas adianto que o resultado não foi nada ruim viu – exceto pela embalagem que faz o extrato vazar pelo vidro.

16/09/2009 at 6:31 pm 2 comentários

Problemas técnicos

Saíra-militar fazendo um lanchinho em Ubatuba-SP

Finalmente a primavera está chegando e seria redundante falar sobre o quanto eu queria que as novidades dessa época também florescessem aqui no Bistrô Pregui.

Acabei não comentando no blog, mas quem me segue pelo twitter sabe que um outro passatempo meu, mais novo que a comida, é o bird watching de aves brasileiras. Peguei o gosto com uma amiga, a Cláudia Komesu do site Photorats. Graças a ela, acabei entrando no mundo passarinheiro pelas portas VIP – meu dia de estréia foi num passeio do Avistar ao Parque Estadual do Zizo onde estavam alguns dos melhores guias e fotógrafos de registros ornitológicos. Depois desse dia, fui conhecer de perto outras áreas de Mata Atlântica no estado de São Paulo e cada passeio foi único e estou sempre pensando em como fazer para sair mais uma vez para passarinhar.

E que tudo isso tem a ver com o meu blog? Resumindo: graças às minhas aventuras em florestas úmidas de Ubatuba, minha câmera quebrou e acabei perdendo muitos registros e consequentemente posts que havia prometido ainda ficam na geladeira mais um tempo – não consegui terminar nem a sessão de sopas, porque essas já tinham sido devidamente saboreadas enquanto a câmera não estava ok.

Nesse meio tempo, muitas coisas boas aconteceram do lado de cá por causa do blog e do twitter.

Encontrinhos, presentes, amigos… E a ironia era que o meu ceticismo jamais me deixou sonhar com a possibilidade de ter mais gente por aqui além de eu mesma.
Já que o blog era uma forma de eu anotar as receitas aqui em casa e fazê-las na casa da minha avó ou mesmo imprimir no trabalho quando me pediam alguma delas.

E agora estou aqui, praticamente implorando para que não desistam desse humilde blog. 🙂

16/09/2009 at 5:37 pm Deixe um comentário

Cupcake de cacau com Kefir

A segunda receita escolhida para a minha primeira aventura com os cupcakes foi o “Bolo de chocolate com iogurte” do Brigadeiro de Colher da querida Monise Tonoli & amigas.

Nessa eu fiz mais modificações: a receita foi feito pela metade e ganhou cacau em pó da marca belga Callebaut no lugar do chocolate.
Ao invés de iogurte, usei kefir – esse assunto merece um post exclusivo, mas até lá você encontra mais explicações nos ótimos posts da Neide Rigo e da Pat Feldman.

Para complementar, também adicionei choco-chips e um “tchufo” de conhaque na massa e na cobertura, que foi uma ganache básica de chocolate meio-amargo.

Cupcake de cacau com kefir
– 2 ovos
– 100 g de manteiga sem sal
– 1 xícaras (chá) de açúcar
– 1/2 xícara (chá) de cacau em pó
– 1 xícaras (chá) de farinha de trigo
– 1/2 colher (sopa) de fermento em pó
– 100 ml de kefir
– conhaque a gosto
– 1/2 xícara (chá) de choco-chips
Rende 12 bolinhos de 50g (forminha média)

– Deixe suas forminhas montadas e aqueça o forno em 180oC.
– Separe as claras e bata em neve até ficar bem firme.
– Peneire todos os ingredientes secos – com exceção do açúcar – e reserve.
– Em outra tigela, misture a manteiga, as gemas, o açúcar e bata tudo até ficar homogêneo.
– Misture o creme de manteiga aos ingredientes secos, o kefir e por último adicione, sem bater apenas misturado, as claras em neve.
– Coloque nas forminhas e leve ao forno por 25-30min.

Enquanto os cupcakes assam…

Cobertura
– 1/2 barra de chocolate meio-amargo (85g)
– 1/2 lata de creme de leite
– 1 colher (Sopa) de conhaque

– Rale e derreta o chocolate em banho maria.
– Adicione o creme de leite e vá misturando enquanto vc coloca o conhaque.
– Se o conhaque deixar a sua mistura espessa, leve tudo de volta pro banho maria e vá misturando devagarzinho.

Quando os bolinhos esfriarem, é só cobrir com a cobertura, com a ajuda de uma colher ou espátula.

Aí vem a parte divertida de decorar como você preferir.

Dicas:
– *Se você não tiver kefir em casa, não se preocupe, substitua pela mesma quantidade de iogurte natural.

11/08/2009 at 7:25 pm 4 comentários

Cupcake #1

Estou dando uma pausa nos posts das sopas porque ficou muito quente – para contentamento e felicidade geral dessa blogueira – e porque essa semana teve festa!

Tentei fugir dos modismos e imaginar outros formatos para celebrar o aniversário da minha irmã média, mas não teve jeito: me rendi aos cupcakes. Não foi fácil selecionar apenas uma receita e meus gostos são bem diferentes dos dela: enquanto dou preferência aos sabores frescos, baunilha, cítricos ou às sementes e frutas, o chocolate é unanimidade para a família toda. A solução foi fazer dois sabores! E lá fui eu pra internet…

A primeira receita selecionada foi o “Muffin de limão com sementes de papoula” do Technicolor Kitchen da fofa Patrícia Scarpin.

Minhas adaptações, por conta dos ingredientes que eu já tinha em casa: adicionei limão siciliano aos muffins e aumentei a dose de suco de limão. Depois de pronto, os bolinnhos ganharam recheio de geléia caseira de frutas vermelhas e cobertura cheesecake.

Muffins de Limão com sementes de papoula
2 xícaras* (280g) de farinha de trigo
1 ½ colheres (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
¼ colher (chá) de sal
1 ½ colheres (sopa) de sementes de papoula
1 ovo
½ xícara + 2 colheres de sopa (124g) de açúcar
2 colheres (sopa) de raspas de casca de limão
1 colher (sopa) de raspas de limão siciliano
¼ xícara (57g) de manteiga sem sal, derretida e fria
1 ¼ xícaras (300ml) de buttermilk*
3 colheres (chá) de suco de limão
1 colher (chá) de extrato de baunilha
*xícara medidora de 240ml

– Distribua suas forminhas na assadeira. Não tenho forma de cupcake, então adaptei as minhas formas de pão de mel (que são adaptadas para quase tudo na verdade) e deu certo.
– Pré aqueça o forno a 180oC.
– Junte todos os secos, exceto o açúcar – esse você coloca em uma outra tigela e mistura raspas de limão, com a ponta dos dedos mesmo, até ficar perfurmado.
– Acrescente a manteiga (que deve estar derretida e FRIA), o buttermilk (que não deve estar gelado), o suco de limão e a baunilha.
– A mistura líquida você despeja no recipiente com os ingredientes secos e mistura com um garfo, só uma mexidinha leve. Ela NÃO deve ficar homogênea, ou seja, vai ficar com grumos como se tivesse empelotada.
– Depeje nas forminhas e leve para o forno médio
– em 25-30 minutos você terá lindos bolinhos, pode confirmar fazendo o teste do palitinho.

Depois de frios, achei que o azedinho da massa combinaria com uma geléia, que é tranquila de ser feita.

Recheio
165g de frutas congeladas (framboesas, amoras e mirtillos)
suco de 1/2 limão
2 colheres (sopa) de açúcar

– Coloque tudo em uma panela em uma panela com o suco de limão.
– Deixe em fogo médio, mexendo continuamente.
– Depois que a mistura engrossar, desligue e deixe esfriar.

Cobertura Cheesecake
200g de cream-cheese em temperatura ambiente
24g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
350g de açúcar de confeiteiro
a gosto
raspas dos limões que sobraram
framboesas passadas na peneira

– Bata o cream cheese com a manteiga até virar um creme.
– Vá adicionando o açúcar aos poucos até que forme picos.
– Coloque as raspinhas de limão e o suco de framboesa e misture.

Não se assuste com a qtt de açúcar. Sei que dá pra fazer com menos, mas eu queria atingir um ponto em que a cobertura ficasse firme mesmo depois de um tempão. E consegui 😉

Transfira a mistura para a manga de confeitar, com o seu bico preferido. Pode jogar uns confeitos por cima, ainda que as raspas de limão e o rosinha da cobertura já deixem um ar bastante festivo.

07/08/2009 at 1:01 pm 5 comentários

Creme de brócolis com aveia

Brownies

Essa é uma receita bem leve e fácil.
Rende de 2 – 4 porções, depende da fome e do recipiente que for usado para servir.
Lembre-se que esta é só uma base, o que vale mesmo é adaptar e fazer do seu jeito.

Creme de brócolis com aveia
– 2 colheres de sopa de azeite
– 2 dentes de alho amassados
– 1 cebola picadinha
– cheiro verde picadinho a gosto
– 1 maço de brócolis limpo e picado (não precisa ser muito picado)
– 4 xicaras de água quente
– 6 colheres de sopa de aveia em flocos finos
pimenta do reino e sal a gosto

Passo 1 – light
– Coloque uma panela grande no fogo médio com o brócolis picadinho, o alho e a cebola na panela e coloque água até cobrir tudo – não tem problema se sobrar, basta colocar ela no fogo para ir aquecendo porque ela será utilizada.
– Feche a panela e deixe por 10min ou até que o brócolis fique macio, de um verde um pouco mais intenso. A cebola ficará transparente e o alho bem macio.
– Vá para o Passo 2

Passo 1 – modo um pouco menos light
– Já deixe a água para aquecer na chaleira e ponha uma panela no fogo médio.
– Assim que ela estiver aquecida, coloque o azeite na panela, espere uns instantes e junte o alho e antes que ele doure coloque a cebola.
– Quando a cebola ficar transparente, junte os brócolis e um pouco da água quente, suficiente para cobri-lo.
– Deixe na panela fechada por uns 10 min. ou até os pedaços mudarem de cor para um verde mais intenso e ao espetar com um garfo o brócolis esteja macio.
– Vá para o Passo 2

Passo 2
– Quando tudo estiver cozido, pode-se baixar o fogo e usar um mixer direto na panela ou transferir cuidadosamente todos os ingredientes para um liquidificador, usando uma concha e um pano de louça para evitar queimaduras e outros acidentes.
– Adicione o punhadinho de cheiro verde nesse momento, bata tudo até virar um creme verde e não se preocupe se parecer meio aguado demais.
– Leve de volta pro fogo alto, adicione o restante da água e acrescente a aveia. Agora será preciso mexer o tempo todo, até que a sopa engrosse, tomando cuidado para não se queimar quando a mistura começar a fever e borbulhar.
– Tempere com sal e pimenta do reino, veja se o sabor está do seu agrado e desligue.

Dicas:
– Para panela de cozimento a vapor: coloque o brócolis, a cebola e alho para cozinhar ao mesmo tempo, por uns 8-10min até tudo ficar macio. Depois, é só seguir a receita – pode-se usar a própria água do cozimento.
– Não uso, mas pode-se usar na água quente de 1 a 2 cubinhos de caldo de carne/frango/legumes.
– Se você gostar de uma versão com mais carne, também dá pra grelhar até esturricar fatias de bacon naquele seu george forman que só faz coisas saudáveis, esperar esfriar e cortar em minúsculos pedacinhos e usar como crutons.
– Sirva com um fio de azeite e queijo parmessão ralado.
– Para combinar melhor com a versão light: queijo branco esmagadinho com um garfo ou ricota defumada ralada por cima da sopa.
– Na foto, a sopa está acompanha de pão 7 grãos, aquecido no forno quente por 5min.

30/07/2009 at 3:16 am 4 comentários

Aproveitando o frio

Brownies

Agora só faz chover e um frio que não dá trégua, mas ao contrário dos meus amigos, gosto muito esse tempinho de cachecol e canecas quentinhas, casacos longos e guarda-chuvas nas ruas. Sem falar que é mais gostoso pra dormir e dividir o edredom na frente de qualquer bobagem na tv.

Só que é também nessa época que a vontade de comer nem sempre combina com aquele fabuloso plano de verão… e uma forma bacana de balancear as refeições é combinar os chocolates e pipocas amanteigadas com refeições mais traquilas, principalmente nessas noites em que o melhor programa é ficar em casa atualizando fotos e escrevendo no blog de estimação. ^_^

Com essa idéia em mente, acabei tendo um surto descontrol uma noite dessas e fiz quatro sopas e já deixei pronto um montão, pra congelar em porções individuais e aí só chegar do trabalho, aquecer e pronto – mesmo sendo adepta da comidinha fresca e feita na hora, juro que tem dias que não dá… e deixarei as receitas aqui no blog a partir de hoje.

Para os amigos sem muita experiência na cozinha e que ficam perdidos sobre o que fazer quando chamam a mocinha para jantar, essa é a minha dica:
Se estiver frio e ela for adepta das saladinhas e bifinhos, acho que há grandes chances de agradar com uma sopa ou creme acompanhada de um vinho. E se vier acompanhado de uma mesa bonitinha com uma velinha e umas florzinhas, ainda que roubadas do quintal, é sucesso mais que garantido.

30/07/2009 at 2:45 am 1 comentário

Posts antigos


RSS

O que já foi

Twitter